Últimas notícias da Sicília e do sul da Itália: 40 Bnei anussim participaram de um Shabaton e já se preparam para Chanuká!

Se preparando para o Shabaton na cozinha
Se preparando para o Shabaton na cozinha

Quarenta Bnei Anussim da Sicília e do sul da Itália participaram neste final de outubro, de um Shabaton de dois dias, organizado pela Shavei Israel. Este retiro de fim de semana, aconteceu em Palermo, cidade natal da maioria dos participantes, relata o emissário da Shavei Israel para a região, o Rabino Pinchas Punturello. Outros participantes vieram de Catania, assim como de outros lugares da Sicília, como, até mesmo, da região da Calábria, mais ao sul.

A presença da Shavei Israel foi sentida todo o fim de semana. Três jovens – Carlo, Marco e Salvo – que estiveram em Jerusalém no início deste ano em um programa patrocinado pela Shavei Israel, especificamente para Bnei Anussim italianos, prepararam as Drashot (palavras sobre a porção semanal da Torá) proferidas à mesa do Shabat.

Foi, também, a primeira oportunidade para muitos participantes de usar o novo Birkón (livro de canções e orações) em italiano que a Shavei Israel publicou recentemente. O Rabino Punturello escreveu que os Birkonim “tiveram um lugar de honra na nossa mesa”.

Além das palavras de Torá, da comida kosher e de muita conversa, a comunidade aprendeu, e cantou, músicas em três línguas – italiano, hebraico e Ladino – “por todo o evento, desde o acendimento das velas, no início do Shabat, até o seu fim, com a Havdalá”, acrescenta o Rabino Punturello.

Havdalá no Shabaton
Havdalá no Shabaton

O que estamos preparamos agora para os Bnei Anussim da Sicília? Na segunda semana de dezembro, a comunidade irá receber um grupo judaico de Milão que visitará o sul da Itália, a fim de compreender melhor as atividades da Shavei Israel na região.

Se trata de um importante passo.

“Será a primeira vez que uma organização judaica italiana fará uma visita oficial às pessoas das quais a Shavei Israel acompanha em seu caminho de volta para casa”, diz o Rabino Punturello. Sessenta participantes de Milão e, cinquenta de Palermo e Catania participarão do seminário.

Logo, em seguida, em Chanuká, a Shavei Israel retornará ao infame Steri Palace, edifício aonde estavam localizados os escritórios da sede da Inquisição que aconteceu em Palermo, de 1601 à 1782, e também utilizado como prisões temporárias para os judeus que aguardavam seu cruéis destinos nos terríveis autos-de-fé. No ano passado, o Rabino Punturello, juntamente com 200 outros Bnei Anussim, acenderam as velas de Chanuká no Steri Palace. iluminando este lugar, pela primeira vez na história.

Para 2015, o Rabino Punturello está trabalhando junto com o prefeito de Palermo e a UCEI (União das Comunidades Judaicas Italianas) para estabelecer um centro oficial para os Bnei anussim na Sicília e no sul da Itália. Iremos atualizando, assim que tivermos mais novidades!

Leave a Reply

Your email address will not be published.