Shavei Israel celebra Tu B’Shvat com as comunidades ao redor do mundo em 2015

Nesta mesma data no ano passado, o mundo judaico celebrou o Tu B’Shvat, o anual “Ano Novo das Árvores”, e as comunidades da Shavei Israel fizeram parte desta festa através de festas, plantando árvores e comendo muitas frutas e nozes. De Portugal à Polônia, de Bogotá à Beit Shemesh, as comunidades judaicas “perdidas” e “escondidas” tiveram sua porção de amêndoas, castanhas, azeitonas, damascos, figos e até mesmo um cranberry ocasional. Abaixo disponibilizamos as fotos e histórias de algumas destas celebrações.

portugal

Plantando uma árvore em honra a Tu B’Shvat, em Portugal

Portugal – o emissário da Shavei Israel para os Bnei Anussim em Portugal, o Rabino Elisha Salas, celebrou a festa com um novo grupo de estudantes da pequena cidade de Seixal, perto de Lisboa. Durante as festividades, foi exibido um filme chamado Milagre de Israel, que traça a história judaica de Avraham até o presente e, plantaram uma árvore em homenagem a festa.

O Rabino Ellis lidera um "Seder" de Tu B'Shvat na Polônia
O Rabino Ellis lidera um “Seder” de Tu B’Shvat na Polônia

Polônia – o emissário da Shavei Israel, o Rabino Yehoshua Ellis nos enviou algumas impressionantes fotos em preto e branco da festa de Tu B’Shvat que foi realizada em Katowice. O Rabino Ellis liderou um “Seder” de Tu B’Shvat – um costume cabalístico iniciado no século 16, onde diferentes frutas e nozes são consumidas juntamente com as bênçãos apropriadas enquanto que as histórias são contadas, destacando o significado espiritual de cada alimento. Trinta pessoas participaram. O Rabino Ellis liderou um segundo “Seder” na noite seguinte na cidade polonesa de Gilwice.

Judeus Subbotnik comemoram com o emissário Rabino Zelig Avrasin, em Beit Shemesh
Judeus Subbotnik comemoram com o emissário Rabino Zelig Avrasin, em Beit Shemesh

Como tem acontecido nos últimos anos, a comunidade judaica Subbotnik de Beit Shemesh organizou um “Seder” de Tu B’Shvat na sinagoga Netzach Menashe. O Rabino Zelig Avrasin, emissário da Shavei Israel para a comunidade Subbotnik – tanto em Israel quanto na Rússia – presidiu as festividades, que incluíram lanches, música e dois livros escritos em russo, especialmente para os judeus Subbotnik: o primeiro foi publicado no ano passado pela Shavei Israel para Tu B’Shvat, e um novo livro foi lançado sobre as tradições de Rosh Chodesh -o início do mês judaico.

Bogotá curte suas bananas em Tu B'Shvat
Bogotá curte suas bananas em Tu B’Shvat

Na foto à direita, você pode ver a comunidade dos Bnei Anussim da sinagoga Har Sinai, em Bogotá, Colômbia, comemorando com algumas boas bananas, típicas da América do Sul.

El Salvador celebra bonito o Tu B'Shvat
El Salvador celebra bonito o Tu B’Shvat

E na esquerda, uma foto da vizinha da Colômbia para o noroeste, El Salvador. A foto é do grande “Seder” realizado pelas comunidades de Bnei Anussim das cidades de Armenia e da capital do país, San Salvador.

Combinando o Ano Novo Chinês com Tu B'Shvat em Jerusalém
Combinando o Ano Novo Chinês com Tu B’Shvat em Jerusalém

Finalmente, voamos para a China… através de Israel. Nossas fotos da comunidade chinesa judaica que comemorou o Tu B’Shvat no ano passado foram, efetivamente, tiradas aqui na Terra Santa, onde alguns dos judeus chineses dos quais a Shavei Israel tem ajudado a fazer Aliá ao longo dos últimos anos, se juntou a um grupo da Universidade Hebraica, que incluiu estudantes da China que estão estudando em Jerusalém, além dos israelenses que estão matriculados no programa Hebrew U’s Chinese e Estudos da Ásia Oriental.

Judeus chineses comemoram Tu B'Shvat em Jerusalém
Judeus chineses comemoram Tu B’Shvat em Jerusalém

Juntos, eles celebraram tanto o Tu B’Shvat quanto o Ano Novo Chinês, que aconteceu no dia 19 de fevereiro, e como Tu B’Shvat, significa o início da temporada da primavera. Nas fotos, os judeus da China estão vestindo uniformes do exército e o estudante de terno e gravata, foi o mestre de cerimônias, traduzindo do Inglês ao Chinês. A noite foi patrocinado pela organização de Relações Públicas de Israel, Stand With Us, e incluiu uma dramática demonstração de Kung Fu. Mas o destaque foi claro quando os judeus chineses recontaram a história inspiradora de suas longas viagens, desde a pequena comunidade judaica de Kaifeng até se tornarem soldados orgulhosos e totalmente judeus das Forças de Defesa de Israel.

Leave a Reply

Your email address will not be published.