Mercado Kosher, Belmonte

Em Belmonte, Portugal, vivemos um dia “fora” da sinagoga, a comunidade compartilhou suas mesa com os habitantes desta cidade, pela segunda vez, realizando o Mercado Kdsc07255-300x224osher 2012.

Empresários que entram no mundo “kosher”, e que concordam em trabalhar “à nossa maneira”, apresentam os seus produtos para os nossos residentes.

Belmonte, viveu “um dia” de judaísmo, e os judeus vestem seus yarmulkes/kipot com orgulho aonde um dia não os aceitavam… hoje, a relação entre essas comunidades é de respeito e ajuda mútua.

Viver esta experiência, sentir a música judaica através de alto-falantes, orgulho de ser judeu, é algo que não é “natural” em um país que um dia nos obrigou a esconder nossas tradições, e os judeus desapareceram das estatísticas portuguesas, depois de 500 anos, lentamente começa-se a mudar a história, e desaparecer o medo dos corações do povo judeu.

Em um momento em que o despertar “judeu” começa-se a sentir, a “tolerância” é cada vez maior e as atividades públicas são mais normais,nos sentimos parte de um processo de mudança, que por tanto tempo esteve acalentado e esperado.

Poucos dias antes do grande ”dia do Senhor”, como é chamado aqui, entre Rosh Hashaná e Iom Kipur, nós tivemos essa experiência que nos dá alegria e confiança.

Começamos a manhã com uma palestra explicando o que é “Kosher”, abriu a nossa conversa o senhor Amândio Melo, prefeito de Belmonte, e o presidente da nossa Comunidade, Antonio Mendes, continuou a conversa de forma livre e espontanea, dirigindo-se depois ao professor David Canelo, que expos o que é kosher, ou kasher, e então o médico local, explicou os benefícios de uma alimentação saudável e supervisionada, e o chef de cozinha, considerou as dificuldades e os benefícios de ter um menu Kosher, e as necessidades de ter uma Cozinha Kosher em Belmonte.

Ares de um povo judeu, quando sabemos como o outro pensa, começamos a “valorizar e respeitar os nossos vizinhos.”

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.