Menino de três anos do Equador corta o cabelo pela primeira vez

O pequeno Moshe Muñoz, um menino de três anos do Equador, acaba de cortar o cabelo pela primeira vez e está muito empolgado. Mas não foi apenas um corte de cabelo. Há um costume especial que muitos judeus têm de esperar até que os meninos tenham três anos para cortarem o cabelo pela primeira vez, e então isso é feito numa cerimónia especial.

Moshe, filho de Yaacov Muñoz, o líder da comunidade judaica em Ambato, Equador, passou por um ritual de passagem observado por muitos judeus das correntes Ashkenazi e Sefardita. Chamada de ‘chalakah’ em hebraico, ou ‘upsherin’, em iídiche, a cerimônia é mais do que apenas um corte de cabelo. É a celebração da entrada formal da criança no sistema de ensino religioso e é o momento em que o menino começa a usar ‘kipá’ e ‘tzitzit’.

A ideia dos três anos como a idade da transição deriva da mitsvá de ‘orlah’. A Torá diz que se  plantarmos uma árvore, todos os frutos que crescerem durante os primeiros três anos são ‘orlah’ – proibidos. Assim como a fruta orlah é proibida nos três primeiros anos, existe esta tradição de não cortar o cabelo da criança durante os seus três primeiros anos.

O pai de Moshe, Yaacov, disse: “Sou muito grato a Hashem por me ter dado um filho e, claro, à minha esposa. Agora temos o prazer de celebrar o seu chalakah e esperamos que ele cresça com ‘mitzvot’ e seja grande em Torá. A minha esposa e eu só esperamos ter mais felicidade juntos, em família.”

Nós também esperamos. A família Muñoz é especial para nós por todo o trabalho que realiza pela a comunidade. É claro que crescer na família Muñoz será o melhor exemplo para o pequeno Moshe.

Mazal tov!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *