Manuscrito do séc. XVIII com dados da Inquisição portuguesa encontrado em Israel

Um manuscrito português do século XVIII, que detalha as atividades da Inquisição portuguesa, foi encontrado pela Biblioteca Nacional de Israel. O documento pode ser consultado na página daquele órgão.

Um manuscrito português do século XVIII, que detalha as atividades da Inquisição portuguesa, foi encontrado pela Biblioteca Nacional de Israel, que o digitalizou e disponibilizou online.

Trata-se de um documento raro que reúne informações de mais de 100 anos de audições e execuções brutais de pessoas acusadas de praticar o judaísmo e outros “pecados”.

o Arquivo Central da Biblioteca para a História do Povo Judaico divulgou na quarta-feira o documento de 60 páginas, escrito em português, que relata principalmente as audiências públicas e execuções que tiveram lugar entre 1540 e 1669, a maior parte em Lisboa, designadas de autos-da-fé.

As vítimas descritas nos documentos eram maioritariamente judeus recentemente convertidos ao cristianismo e que eram acusados de manter os seus costumes judaicos.

Leia aqui o artigo original do jornal português O Observador

Veja aqui o manuscrito, no website da Biblioteca Nacional de Israel

Leave a Reply

Your email address will not be published.