Judeu indiano imigrante em Israel atacado em incidente racista em Tiberíades

Am-Shalem Singson, de 28 anos, membro da comunidade judaica Bnei Menashe, originário de Manipur, na Índia, imigrante em Israel desde 2017, foi atacado no sábado em Tiberíades por dois homens.

Os atacantes gritaram referências racistas a Singson, incluindo tê-lo chamado de «chinês» e «corona», enquanto o espancavam e o chutavam no peito. Mais tarde, Singson foi hospitalizado no Centro Médico Baruch Padeh, em Tiberíades. Apesar de ter sofrido lesões no peito e pulmões, a sua situação é considerada estável. 

Singson, cuja mãe, avó e irmão também se mudaram para Israel com ele, vive em Tiberíades e frequenta uma Yeshiva Hesder em Ma’alot. — Eu disse aos dois agressores que eu nem sou chinês, mas sim judeu da comunidade Bnei Menashe, não que haja justificativa para atacar um chinês ou qualquer outra pessoa. Mas eles estavam totalmente loucos e me chutavam com força enquanto gritavam: «Corona! Corona!», — Disse Singson, da sua cama de hospital.

— Na Shavei Israel estamos chocados com o ataque cruel e racista a Am-Shalem Singson ontem em Tiberíades. Os Bnei Menashe são nossos irmãos e irmãs, e qualquer pessoa que levante a mão contra eles deve ser levada à justiça. Exijo que sejam tomadas medidas e peço à polícia para investigar este incidente imediatamente — disse Michael Freund, presidente da Shavei Israel. 

— O coronavírus não faz distinção entre diferentes tipos de israelenses com base na cor da pele ou no formato dos olhos, e ninguém deveria fazer essa distinção — continuou Freund.

Existem cerca de 6.500 membros da comunidade Bnei Menashe ainda vivendo no nordeste da Índia, enquanto aproximadamente 3.000 fizeram de Israel a sua casa desde meados dos anos 2000. Atualmente, 700 Bnei Menashe aguardam a aprovação do governo israelense para imigrar. O próprio Singson imigrou para Israel em 2017. Esta não é a primeira vez que aconteceu um episódio de racismo em Israel como resultado do coronavírus. No final de fevereiro, uma mãe nipo-americana de jerusalém, que imigrou para Israel há nove anos, falou com o The Jerusalem Post descrevendo um nível crescente e desconfortável de racismo contra asiáticos em Israel desde o início do surto de coronavírus. 

One thought on “Judeu indiano imigrante em Israel atacado em incidente racista em Tiberíades

  • March 17, 2020 at 9:05 pm
    Permalink

    Lamentável e muito triste uma atitude dessa partir de um judeu, povo que sofre há milênios agressões, escravidão, tortura e morte pela intolerância de sua raça.
    Eu, só sei que meu familiares são descendentes de judeus portugueses. Enfiaram goela abaixo dos meus avós o catolicismo e tudo era tabu falar e assim ficou. Será que realmente o homem não é capaz de aprender nada que o transforme para o bem? Muito triste, é de jogar a toalha para o mundo

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published.