É possível regressar às origens do judaísmo?

Como podemos distinguir entre o que é divino e o que foi gerado pelos sábios? O que é original e o que evoluiu depois?

Artigo de MISHAEL DICKMAN, fotografias de LAURA BEN-DAVID

Jovens BNEI MENASHE em Manipur, Índia, vestindo trajes tradicionais. Observe as suas franjas tradicionais misturadas com as franjas modernas de seus tzitzit.

O judaísmo é uma tradição ligada diretamente à Bíblia, que nos leva de volta ao Monte Sinai, ou seja, a palavra original de De’s? Ou é um código legislativo geral que evoluiu lentamente ao longo dos anos até ao que é hoje?

Se nos aprofundarmos no Talmud, provavelmente perder-nos-emos rapidamente, devido à sua grande riqueza de ensinamentos e explicações e, sobretudo, pela existência de debates sobre quase tudo o que existe à face da Terra. Como podemos distinguir entre o que é divino e o que foi gerado pelos sábios? O que é original e o que evoluiu depois?

Muitos historiadores tentaram responder a estas questões. Para cada historiador, temos uma teoria diferente (e às vezes até mais do que uma), o que nos deixa onde começámos.

Continuar lendo

One thought on “É possível regressar às origens do judaísmo?

  • July 10, 2019 at 2:12 am
    Permalink

    Reverendíssimos Mestres. Em minha parca opinião o que pude OBSERVAR sem me desviar nem para a direita nem para a esquerda é que O DIVINO e eterno na TORAH são as MITSVOT e O LIVRO DOS SALMOS. Com relação aos STATUTOS e LEIS é possível que as interpretações dos Sábios estejam longe de alcançarem o propósito original talvez por mudanças na Linguagem, talvez por não terem CUMPRIDO A PALAVRA de D’us talvez por exigirem um REI ( 1 Samuel ) OS JUDEUS foram perdendo sua identidade original com O ETERNO. Shalom

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *