Herdando a Terra – Jerusha retorna a casa

Herdando a Terra – Jerusha retorna a casa

Samuel Devasahayam foi o fundador do Centro de Torá Zion em Eronde, na Índia. Ele era um homem corajoso e com temor a De’s, que deixou um enorme vazio na comunidade quando faleceu tragicamente em 2018. A sua família continuou com o legado que ele deixou, na sua jornada de 11 anos para se tornar judeu. Agora é a vez da sua filha Jerusha.

Somos amigos da família Samuel há muitos anos.

Depois de vários anos, com o irmão mais velho Moshe já a viver em Israel por dois anos e prestes a completar o seu processo de aliá, Ann, (a esposa de Samuel), e as suas duas filhas estavam a preparar-se para vir para Israel. Um convite de casamento para Jerusha, de 19 anos, atrasou a sua viagem para Israel até fevereiro.

A última de sua família a vir para Israel, Jerusha estava tão animada que mal podia esperar pela viagem. Tendo acabado de terminar o ensino médio e estudado para ensinar inglês como segunda língua, Jerusha estava agora pronta para embarcar na próxima etapa da sua própria jornada para se tornar judia no Machon Milton, o programa de conversão da Shavei Israel sob os auspícios do Rabbinical Council of America.

Jerusha tem uma vantagem nos estudos, pois já sabe ler e escrever hebraico, e tem praticado judaísmo com a sua família.

Jerusha, da palavra hebraica que significa ‘herança’, aterrou em Israel apenas esta semana e, depois de um longo processo burocrático, finalmente apareceu, para encontrar o seu irmão à sua espera no aeroporto, aliviado e emocionado.

Com um grande sorriso, Jerusha falou sobre como, embora tenha acabado de chegar a Israel, já se sente em casa. “Estamos neste processo há onze anos. Poder finalmente começar a minha própria jornada é realmente incrível.”

Enquanto nos sentávamos no escritório para a entrevistar, enviámos as fotos para a mãe dela na Índia, que conhecemos há muitos anos. Ela imediatamente enviou essas mesmas fotos para os seus filhos… Que ainda estavam sentados bem na nossa frente! Estamos ansiosos para poder fotografá-los todos juntos em Jerusalém!

Chegada ao aeroporto de Ben Gurion, com o seu irmão Moshe.

A minha vida ia mudar para sempre

A minha vida ia mudar para sempre

Yonatan, de 26 anos, do Canadá, foi nosso aluno no Machon Milton , um instituto de conversão em língua inglesa, em parceria com o Rabbinical Council of America. Completou recentemente a sua conversão e ficou feliz em escrever sobre a sua experiência: 

“Entrei em contato com a Shavei Israel há cerca de um ano. Naquela época, já estava convencido de que iria tentar fazer a conversão ortodoxa ao judaísmo (o meu pai é judeu, a minha mãe não, e isso é algo que está presente no meu pensamento há anos), mas eu simplesmente não tinha a orientação do que fazer.

“Ouvi falar de Machon Milton por meio de um amigo cujo pai havia trabalhado com o rabino Tradburks. A partir daí começaram as aulas todas as semanas, e a minha vida logo mudaria para sempre.

“O rabino Tradburks, assim como todos os outros envolvidos no ensino e administração do curso Machon Milton, ajudou-me não apenas na minha aprendizagem judaica, mas é claro, estabelecendo a minha vida como judeu ortodoxo. Além de me ensinarem, eles também me ajudaram a encontrar uma comunidade judaica em Israel e também a saber o que fazer em cada etapa do processo de conversão com o Rabinato Chefe de Israel.

“Recentemente, completei a minha conversão, que alguns anos atrás eu pensava ser inatingível. Sou imensamente grato pelo tempo que passei no curso Machon Milton e o recomendaria a todos os que levam a sério a conversão.”

Abaixo: Yoni cumprindo as suas primeiras mitsvot como judeu, talit tefilin, e recitando o shema.

Machon Milton

No início de Fevereiro tivemos uma grande celebração, pois a equipa da Shavei Israel juntou-se a vários rabinos e professores para cumprimentar dez estudantes de várias partes do mundo que têm algo importante em comum: todos eles escolheram aderir à fé judaica e são os primeiros alunos do novo instituto Machon Milton, o Ulpan Guiur (curso para a conversão ao judaismo) de língua inglesa que a Shavei Israel abriu em Jerusalém, junto com o Rabbinical Council of America (RCA), sob os auspícios do Rabinato Chefe de Israel.

O RCA [uma das maiores organizações mundiais de rabinos ortodoxos] dirigiu durante muitos anos um curso de conversão em inglês em Jerusalém, mas o mesmo foi encerrado há cerca de 12 anos e não tinham aberto mais nenhum até agora.

E assim, foi com toda a pompa e circunstância que a turma de dez alunos iniciou o seu curso.

Estiveram presentes, além da equipa da Shavei Israel, liderada pelo seu fundador e presidente Michael Freund, o rabino Moshe Weller, chefe do Departamento de Conversão do Rabinato, o rabino Reuven Tradburks, diretor da secção para a região de Israel do RCA, Louis Lipsky, coordenador sênior de planeamento de tarefas e suporte financeiro da Autoridade de Conversão e o rabino Michoel Zylberman, diretor dos Tribunais de Conversão do RCA.

Também estiveram presentes o rabino Aaron Goldscheider e a sra. Dafna Siegman, professores do novo programa, e os rabinos Shmuel Goldin e Aaron Poston.