Campanha Kaifeng: A Aliá da China continua! Ajude 5 judeus de Kaifeng a retornar a Israel!

Chinese Jewish men who Shavei Israel helped make aliyah in 2009

Em 2009, a Shavei Israel recebeu permissão para trazer sete jovens judeus de Kaifeng, China, para Israel. Com a ajuda da Shavei Israel em cada passo ao longo do caminho, estas sete intrépidas almas aprenderam hebraico, se aprofundaram em estudos judaicos, formalmente se converteram ao judaísmo e se alistaram nas Forças de Defesa de Israel. Hoje eles estão totalmente integrados na vida israelense, planejando seus próximos passos como cidadãos do moderno Estado judaico.

Levou seis longos anos, com a Shavei Israel lutando inúmeras batalhas nas salas dos inúmeros comitês do Knesset (parlamento israelense), mas estamos animados em poder anunciar hoje que mais cinco judeus chineses, em breve, estarçao a caminho de Israel.

Desta vez, a oportunidade foi destinada a cinco mulheres judias de Kaifeng. Em 2014, os investigadores rabínicos que viajaram para Kaifeng seguindo a petição da Shavei Israel recomendaram ao rabino-chefe de Israel que a Aliá da China fosse retomada. O rabino-chefe enviou o pedido para o ministro do Interior, que já concedeu sua aprovação.

As cinco mulheres jovens, todos na casa dos vinte anos, devem chegar em Janeiro ou Fevereiro. Se tudo correr bem, a porta estará aberta para ainda mais Aliót da China.

A Shavei Israel selecionou as cinco mulheres – Li Yuan, Gao Yichen, Li Chenglin, Li Jing e Yue Teng – com base em seu compromisso ao judaísmo e à comunidade judaica de Kaifeng. Cada uma destas mulheres, e suas famílias, participam regularmente das atividades de Shavei Israel na China, comemorando as festas e aprendendo o hebraico com os emissários da Shavei Israel. Duas das mulheres inclusive já passaram um tempo em Israel.

Estaremos postando os perfis de cada uma das mulheres assim que nos aproximemos da data de Aliá, para que, assim, você também possa conhecê-las melhor. Confira aqui, nas próximas semanas.

O vôo para Israel é apenas o começo de um longo processo para este último grupo de judeus chineses. Ao contrário dos Bnei Menashe, que também têm vindo a Israel em números sem precedentes, devido ao forte lobby da Shavei Israel, os judeus de Kaifeng vêm com um conhecimento muito mais inferior do judaísmo. Como resultado, o tempo que demora desde a sua chegada até completarem o processo formal de retornar ao judaísmo é muito mais longo do que os 3-4 meses que, normalmente demora para os Bnei Menashe. É preciso planejar um processo de 12-18 meses para cada uma destas cinco mulheres.

Este é um empreendimento caro, mas é um que carrega imenso valor. É por isso que pedimos a sua colaboração. Você pode se tornar parte desta última – e talvez mais exótica – reunião dos exilados de Israel.

Precisamos arrecadar US$ 1.100 por mês para cada uma das cinco mulheres – cerca de US$ 20.000 cada, US$ 100.000 no total. Este valor cobrirá sua absorção em Israel, assim como taxas, alojamento e alimentação, enquanto aprendem hebraico e estudam para a conversão.

Em apenas algumas semanas, será Chanuká – a festa das luzes na qual comemoramos o triunfo dos Macabeus sobre os inimigos do povo judeu há mais de 2.000 anos atrás e o milagre do pequeno jarro de óleo que ardeu por oito dias.

Para ajudar um grupo de judeus chineses apaixonados a fazer Aliá para Israel não é apenas uma oportunidade de uma vez na vida, é também um milagre moderno, com todo seu mérito. Agradecemos seu apoio!

Leave a Reply

Your email address will not be published.