BNEI MENASHE ESTUDAM ENQUANTO ESPERAM

Os Bnei Menashe, ou filhos de Manassés, afirmam serem descendentes de uma das Dez Tribos Perdidas de Israel, que foram enviadas para o exílio pelo Império Assírio há mais de 27 séculos. Os seus antepassados viveram pela Ásia Central e Extremo Oriente durante séculos, antes de se estabelecerem no que é hoje o nordeste da Índia, ao longo das fronteiras da Birmânia e do Bangladesh.

Ao longo da sua vida no exílio, os Bnei Menashe continuaram a praticar o judaísmo exatamente como os seus antepassados, inclusive cumprindo o Shabat, a kashrut, celebrando as festas e seguindo as leis de pureza familiar, num nível básico. Continuaram a alimentar o sonho de um dia regressar à terra dos seus antepassados, a Terra de Israel.

O seu número é atualmente estimado em cerca de 10.500 pessoas. Até o momento, ajudamos cerca de 5.200 Bnei Menashe a imigrar para Israel, e cerca de 5.000 ainda estão à espera na Índia pela oportunidade.

O período de espera dificilmente é passivo; pelo contrário, toda a comunidade está constantemente imersa em aprender e praticar a fé da sua herança, que abraçaram. Isto inclui oportunidades, sempre que possível, de professores e líderes virem para as suas comunidades de Israel fazer workshops especiais, palestras e outros programas. 

Um dos workshops mais recentes, de Yitzchak Kolney, foi aprender a fazer os nós nas franjas rituais conhecidas como tzitzit, na vestimenta cerimonial de quatro pontas geralmente usada por homens e meninos como lembrete dos mandamentos. 

O nosso Coordenador de Bnei Menashe, Tzvi Khaute, também está agora na Índia, a dar aulas de Torá e palavras de encorajamento e força para a comunidade que espera pacientemente pela sua vez de fazer aliá.

Leave a Reply

Your email address will not be published.