BEM-VINDA À CASA ABIGAIL: a portuguesa que descobriu seu judaísmo

Abigail (Marina) Erlich estava programada para se apresentar diante do tribunal de conversão rabínica para, enfim, voltar formalmente ao judaísmo quando, no último momento, revelou ao Rabino Elisha Salas – emissário da Shavei Israel para Portugal e guia pessoal em vários anos de estudo  – que acreditava já ser judia.

“Eu sempre soube no meu coração que era judia, mas não tinha nenhuma prova, então nunca comentei a ninguém”, diz Abigail. Mas pouco antes de concluir seu processo de conversão, decidiu compartilhar sua história.

Quando era criança, a avó de Abigail lhe havia comentado que ela era judia. Mas os pais de Abigail eram fortes comunistas e nada queriam com a religião. Abigail cresceu completamente secular. “Sempre que o assunto vinha à tona, meus pais faziam o melhor para suprimir esta identidade”, diz ela.

Mas depois de Abigail estudar a Torá e a lei judaica por dois anos com o Rabino Salas, ela entendeu que, se sua avó era judia, ela também era.

A família de Abigail emigrou da Argentina para Portugal. Abigail contatou o gabinete do Rabino-Chefe de Buenos Aires, que localizou a sepultura da avó de Abigail em um dos cemitérios judaicos da cidade.

Esta foi a prova que precisava.

Abigail já havia reservado a passagem para Israel, onde ocorreria a conversão, então, mesmo assim, viajou – celebrando assim seu novo/velho status de “membro do povo judeu”. A corte rabínica, inclusive lhe forneceu a oportunidade de contar sua comovente história, e assim, receber sua bênção.

Marina-1Abigail é apenas um dos vários alunos do Rabino Salas em Portugal que optaram por se converter ao judaísmo nos últimos anos. Abigail vive em Belmonte, onde o Rabino Salas está baseado.

Quando perguntamos a Abigail de que maneira sua vida seria diferente a partir de agora, ela foi rápida em responder: “agora posso me casar!”. Abigail já estava participando dos serviços e celebrava as festas judaicas. Agora sua comunidade estará buscando fora de Portugal um partido adequado para Abigail.

Mazel tov, Abigail. É bom tê-la conosco novamente!

4 thoughts on “BEM-VINDA À CASA ABIGAIL: a portuguesa que descobriu seu judaísmo

  • August 5, 2016 at 11:14 am
    Permalink

    Ouvindo a história de Abigail, é como me sinto, alguma coisa me identifica com o povo Judeu.
    Avos expulsos de Portugal e Espanha, moraram no Chile, Argentina e finalmente Brasil.
    Quem sabe um dia, também tenho uma história parecida para CONTAR.

    Reply
  • August 5, 2016 at 1:53 pm
    Permalink

    Eu também creio ser judeu, tenho paixão por Israel e sempre oro por Jerusalém, Israel e pelos judeus espalhados ao redor do mundo. Tenho um irmão que é da igreja dos mórmons, ele fez um levantamento genealógico e disse que somos judeus descendentes da tribo de Efraim. Isso me deu mais entusiasmo, tenho quipar (kipar), talite. Meu sonho é morar em Israel. Já projetei que ao me aposentar vou residir em Israel e terminar meus dias lá.

    Reply
  • August 6, 2016 at 5:16 am
    Permalink

    Referente a Palavra de D’us, medito de dia e de noite.
    Graça.
    Att. JAIME

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published.