Atividades de Chanuká da Shavei Israel na Europa, América do Sul e na Índia

Brian Blum
9/12/2013

Além do acendimento das velas de Chanuká pelo rabino Pinchas Punturello em Palermo e Sicília , emissários de Shavei Israel na Europa, América do Sul e Índia tiveram uma agenda lotada, planejada para esta última semana de festa. Segue aqui alguns dos destaques:Hanukah-Candles-in-Belmonte

Portugal: o Rabino Elisha Salas conduziu uma série de atividades no vilarejo de Belmonte, que tem um novo prefeito que está tornando prioridade a revitalização do passado judaica de Belmonte e, investindo no presente. O conselho local construíu uma Chanukiá de 5 metros de altura no centro da cidade e assou cerca de 300 sufganiot (rosquinhas de Chanuka). Os sufganiot foram a calhar na agenda particularmente cheia de palestras, filmes e concertos que se realizaram em honra ao feriado. Houve também uma exposição em honra do capitão Arthur Carlos Barros Basto, o “Dreyfus Português”, de quem a Shavei Israel ajudou a receber um perdão póstumo por parte do governo português. Você pode ler mais sobre Barros Basto e também sobre Belmonte aqui no site.DSC_3627-300x199

Espanha: O Rabino Nissan Ben-Avraham comemorou Chanuká, este ano, com os Bnei Anussim em dois locais espanhóis: Albacete para o primeiro dia da festa, e em Alicante, no segundo dia e para o Shabat. Em ambos, gozou da presença de alunos de longa data.

Polônia: o Rabino Yehoshua Ellis trouxe eventos de acendimento de velas em diferentes partes da região da Silésia, ao longo dos oito dias de Chanuká. Tais como uma festa para toda a cidade de Katowice, onde o rabino Ellis reside, incluindo um acendimento externo público das velas! Houve também festas nas cidades de Czestochowa e Bielsko-Biala. Michael Schudrich, rabino-chefe da Polônia, juntou-se às cChanukaMallorca4formatelebrações em Katowice, também.

Já o mais novo emissário da Shavei Israel para a Polônia, o rabino Avi Baumol, que reside em Cracóvia, celebrou a festa de Chanuká na cidade com uma palestra sobre “Chanuka como um feriado político, espiritual e nacional”. Ele também palestrou no Limmud Shabbaton, que aconteceu na Polônia durante Chanuká, sobre “o papel das mulheres nos tempos mod ernos”. Também levou as velas para um grupo idoso de judeus poloneses, participou de uma viagem de esqui para os membros do Cracóvia JCC, e deu uma palestra para estudantes no dDSC071692-300x225epartamento de História da Universidade Jagiellonian de Cracóvia.

Colômbia: O Rabino Marcelo Shimon Yehoshua da Shavei Israel passou todo o Chanuká na cidade de Cucuta, onde organizou em cada noite uma atividade diferente: uma noite de música, outra de culinária, aulas, jogos entre outros.

Índia: Os Bnei Menashe na Índia celebraram um grande momento este ano, com a ajuda da Shavei Israel. Dado o grande tamanho da comunidade que ainda existe na Índia, João Phaltual, nosso emissário para o estado indiano de Manipur (que possui a maior popKhanukah-Kut-5-300x225ulação de Bnei Menashe) foi apoiado por uma equipe de cerca de 100 “amigos” da Shavei Israel que lideraram atividades e aulas em todo o nordeste do país, sobre o tema “Acendendo as Chamas da Redenção”. As atividades incluíram competição infantil de música israelense, o questionário anual sobre Chanuká, produções teatrais recriando a luta entre os Macabeus e os gregos, muitos jogos com o Sevivon ou Dreidel (peão), e, claro, acendimento das velas nas oitro noites que se seguiram, nas 17 sinagogas participantes da aldeia. Durante o dia, os “amigos” da Shavei organizaram vários jogos, esportes e atividades recreativas. Em uma das aldeias dos Bnei Menashe, uma festa comunitária foi realizada no primeiro e também no último dia da festa. Os Bnei Menashe, além de tudo isso, tiveram um convidado especial da Terra Santa: o assistente social dos Bnei Menashe, Itzkhak Colney, que fez aliá em 2005, eque passou Chnukaá na região de Mizoram.

A Shavei Israel deseja a todos do povo judeu um Feliz Chanuká – onde quer que estejam no mundo!

Leave a Reply

Your email address will not be published.