Ajude a comunidade Bnei Menashe a estabelecer sua casa em Israel

APOIE ESTA CAUSA E FAÇA A DIFERENÇA

%d7%9c%d7%9b%d7%99%d7%93%d7%94

 

Em fevereiro de 2017 a Shavei Israel trouxe 102 Bnei Menashe, em Aliá, de Mizoram – Índia. Eles deixaram praticamente tudo o que tinham e tudo o que conheciam para vir para casa.

Vamos ajudá-los a começar com o pé direito.
______________________

Menos de um mês depois de seu 50º aniversário, Lyon Fanai, um dos 102 Bnei Menashe, realizou um sonho que possuía já há mais tempo do que podia lembrar. Depois de uma árdua jornada, através de vários fusos horários e abrangendo mais de dois milênios, Fanai, sua bela família e o resto dos olim realizaram este sonho: chegaram com segurança e alegria em Israel.

Menachem Menashe, que fez Aliá em 2006, reuniu-se finalmente com sua irmã e seu marido junto com seus seis sobrinhos e sobrinhas, que não via há mais de uma década.

Um jovem chamado Ariel estava radiante de alegria ao ver sua noiva, que chegou com sua família. Não se olharam nos olhos, uns dos outros, por mais de sete anos. Agora, finalmente, podem iniciar uma família judaica juntos aqui no estado judaico.

DOE AGORA
____________

Os Bnei Menashe são descendentes da tribo de Menashe, uma das dez tribos perdidas, exiladas da Terra de Israel há mais de 2.700 anos pelo império assírio. Apesar de terem sido excluídos do resto do povo judeu por tanto tempo, os Bnei Menashe continuaram a preservar os caminhos de seus antepassados, observando o Shabat, mantendo a alimentação Kosher, aderindo às leis da pureza da família e, sem dúvida, discutindo muito entre si. Mas nunca se esqueceram de onde vieram, nem renunciaram à sua determinação de voltar.

Lyon Fanai, que estudou ciências políticas e design gráfico em uma universidade indiana, foi um empresário bem-sucedido que abriu uma empresa independente de editoração eletrônica e um escritório de design têxtil assistido por computador em sua cidade natal, Aizawl, a capital luxuriante e montanhosa de Mizoram. Com o tempo começou a ficar muito difícil observar o Shabat e as festas judaicas, como o fazia em seu trabalho anterior.

Quando questionado por um repórter da razão de sua Aliá, Fanai respondeu com sem nenhum traço de cinismo: “É uma Mitsvá. É obrigação de cada judeu viver em Israel, então vou cumprir com a minha obrigação. ”

Os Bnei Menashe são sionistas comprometidos e judeus observadores. Trabalham duro, orgulhosamente sustentando-se a si mesmos e a suas famílias. Os mais jovens servem o exército de Israel e as mulheres participam do serviço nacional. Fortalecem nosso povo, quantitativamente e qualitativamente, espiritualmente e demograficamente. Agora, precisamos fortalecê-los e apoiá-los.

A Shavei Israel possibilitou seus vôos, sua hospedagem, alimentação e aulas de hebraico, a partir do momento em que chegaram no nosso centro de absorção Kfar Chasidim. Continuaremos a garantir a sua educação hebraica e vamos criar programas extracurriculares para seus filhos, para assim garantir que suas integrações na vida israelense sejam suaves e bem sucedidas. Realizamos programas de treinamento de trabalho e colocamos os Bnei Menashe – homens e mulheres – em posições significativas e bem pagas. Agora estamos prestes a instalar estes 102 Bnei Menashe em suas novas casas no Alto Nazaré, na Galiléia. Fundos foram levantados para cobrir todos os custos até agora. Precisamos apenas de mais US$ 36.000 para mobiliar as casas dos Bnei Menashe com o básico para suas famílias.

Por favor, doe generosamente. Já possibilitamos que voltem a casa, agora é hora de ajuda-los com sua casa.

Apoie esta causa e faça a diferença

%d7%9c%d7%9b%d7%99%d7%93%d7%94