A Luz de Jerusalém

western_wall_candles_hanukkahHoje, judeus do mundo todo completam um ciclo de acendimento de velas que, começou faz uma semana com uma vela e aumentando de forma gradual, termina hoje com 8 velas, finalizando assim, os 8 dias de Chanuka.

A festa comemora a incrível batalha do pequeno exercito hebreu de Jerusalém, liderados pelos Hashmonaim, contra o poderoso Império Grego. E o simbólico milagre do pequeno frasco de óleo encontrado entre os escombros do Templo, o único intocado, que deveria ser suficiente para acender por um dia o candelabro que iluminava o local mais santo do Templo, e assim, o local mais santo para a religião judaica, e durou por oito dias, tempo suficiente para conseguir mais óleo.

Não havia me caído a ficha, que estou morando na esquina do local aonde toda essa historia aconteceu. Ate que essa semana, vi um pai acendendo a vela com o filho nas ruas aqui de Jerusalém e estava contando a historia de Chanuka a seu filho e então disse “isso aconteceu com nossos tatataravos aqui mesmo, em Jerusalém”. Foi quando percebi. Há cerca de 2200 anos, nessa mesma época, neste mesmo local, tentaram impor aos judeus como eles deveriam ser, que costumes deveriam seguir, quais os procedimentos tomar, o que era certo e o que era errado. E por não aceitarmos, por querermos seguir a religião de nossos pais, nos atacaram, invadiram nosso templo e pela espada tentaram nos forçar a aceitar suas crenças!
Continue reading “A Luz de Jerusalém”

Seminário de Verão para “judeus escondidos” da Polônia aterriza em Jerusalém

Participantes do seminário de verão de 2012 no Muro Ocidental

Izabella só descobriu aos 13 anos que seu avô era judeu. Agata soube que ela era judia quando tinha 8 anos de idade, mas sua mãe, com medo de que os amigos de sua filha espalhariam a notícia, se recusou a deixar Agata contar a seus colegas. Michael fez um teste de DNA, que provou sua ligação com o povo judeu e o ajudou a se comunicar com parentes há muito perdidos que viviam nos EUA. Sandra descobriu que, o nome de sua família aprecia 13 vezes na lista de nomes de judeus da cidade de Lubraniec. Mateusz ainda está à procura de documentos para verificar suas raízes judaicas e as de sua família, enquanto isso seus pais já se converteram formalmente ao judaísmo e ele está ansioso para se juntar a eles!

Continue reading “Seminário de Verão para “judeus escondidos” da Polônia aterriza em Jerusalém”