Guarda e Coimbra

GUARDA

Na Espanha, os judeus já viviam desde eras remotas. Nos antigos pergaminhos encontrados em Qumran já se fala da presença judaica na Espanha.

Contudo, em Portugal, a região da Beira recebeu a primeira imigração judaica no final do séc. XIII, sendo Guarda o primeiro município que os recebeu.

Continue reading “Guarda e Coimbra”

Livro sobre a jornada de uma família Bnei Anussim da Espanha para Jerusalém – e o papel da Shavei Israel

Baruch Israel lembra que sua mãe costumava cantar o Hatikva, o hino nacional israelense, todas as noites antes de ir dormir, em Elda, na Espanha, onde Baruch cresceu. Era o sonho de sua mãe, Sarah, fazer aliá algum dia, sonho este que realizou em 2015 com seu filho e a avó de Baruch. Escrevemos anteriormente sobre o emocionante Bar Mitzvá de Baruch no Kotel aqui.

Continue reading “Livro sobre a jornada de uma família Bnei Anussim da Espanha para Jerusalém – e o papel da Shavei Israel”

O Ladino

Ladino, muitas vezes referido como judeu-espanhol, era o idioma principal dos judeus sefarditas. Embora baseado no espanhol, também tem aspectos de árabe, hebraico, italiano, francês, grego, búlgaro, turco e outros idiomas com os quais os judeus sefarditas se encontraram durante sua diáspora. Originalmente, o Ladino era escrito em hebraico, mas em séculos posteriores também passou a ser escrito no alfabeto latino. A existência futura do Ladino é incerta, pois muitos de seus falantes são idosos e apenas fragmentos do idioma são transmitidos para as gerações mais jovens.

Continue reading “O Ladino”