Cura para os habitantes de Belmonte

Introdução

Citarei as palavras dos nossos sábios, que são sempre corretas: “Mesmo nas brincadeiras, o coração estará dorido, e a alegria afligir-se-á.” (Provérbios, 14:13)

A tristeza não é diferente da alegria; está ao seu lado. As chuvas, que são uma bênção, também geram lama e sujidade, e, do mesmo modo, a alegria no mundo está sempre misturada com tristeza.

O Rabino Shmuel Hanagid, que viveu na Era Dourada, trouxe-nos uma metáfora do mundo animal: “O pastor leva a ovelha a pastar contra a sua vontade, mas quando se trata de a trazer de volta do campo, também é contra a sua vontade.”

Um evento incrível atravessou-se no meu caminho

Em junho e julho de 2017, a Comunidade de Belmonte (Portugal) convidou-me para ensinar hebraico através da organização Shavei Israel. Continue reading “Cura para os habitantes de Belmonte”

Visita a Belmonte

Belmonte, Portugal

Depois de tantas aldeias desaparecidas, chegar Shabat em Belmonte, e ver a sinagoga Bet Eliahu, nos encheu de alegria. Entramos e nos surpreendeu a quantidade de pessoas que ali estavam. Nos contaram, então, que havia um passeio de israelenses que também visitavam Belmonte.

Continue reading “Visita a Belmonte”

O museu judaico de Belmonte reabre suas portas após uma renovação de 350 mil dólares

A cidade de Belmonte renovou e reabriu seu museu judaico – o maior museu do mundo sobre os Bnei Anussim – os descendentes de judeus forçados a se converter ao catolicismo há 500 anos atrás. O projeto contou com um orçamento no valor de US$ 350.000 e está programado para começar a funcionar no dia da homenagem ao Dia Anual da Cultura Judaica Europeia, que acontece em setembro.

Continue reading “O museu judaico de Belmonte reabre suas portas após uma renovação de 350 mil dólares”

Judeus e descendentes de Bnei Anussim celebram Purim na Itália, Portugal e El Salvador

Os judeus e Bnei Anussim das comunidades das quais a Shavei Israel trabalha na Itália, Portugal e El Salvador, entraram no espírito de Purim este ano – e os nossos fotógrafos conseguiram capturar o humor.

Vamos começar a nossa ‘turnê mundial’ pela Itália. Abaixo imagens do que aconteceu no início da semana passada em Palermo.

E aqui, o que rolou na comunidade italiana de Bnei Anussim de San Nicandro:

Viajando um pouco para o oeste, paramos em Portugal onde Purim foi comemorado com o emissário da Shavei Israel, o Rabino Elisha Salas:

Para nossa parada final, cruzamos o oceano e chegamos à El Salvador onde a comunidade de Beit Israel se destacou com dua festa de Purim:

Queijo Kosher em Belmonte com o Rav Elisha Salas

Procurando queijo kosher em Portugal? Vá a Belmonte, onde o emissário da Shavei Israel, o Rabino Elisha Salas, está supervisionando uma nova linha de queijos kosher de ovelha. (Este na foto é o nosso estimado rabino acima de uma grande piscina de leite de ovelha!)

Esta não é a primeira vez que o rabino Salas explora o mundo da fabricação de queijo. Supervisionou a produção de queijo em Trancoso, outra cidade portuguesa com uma comunidade Bnei Anussim.

O último queijo perfurmado da Shavei Israel é patrocinado pelo rabino Usher Eckstein, que ensina em Nova York, onde também fornece supervisão kosher.

Todos os novos queijos de ovelha são certificados de chalav israel (leite acompanhado por um judeu desde o príncipio de sua produção).

O rabino Elisha diz que o trabalho não somente fornece queijo kosher em Belmonte, mas também fornece trabalho para as famílias judaicas locais, descendentes de Bnei Anussim, que vivem em Belmonte.

O Rabino Salas tem estado na estrada mais do que de costume: assumiu a posição do ex-emissário da Shavei Israel na Espanha, o Rabino Nissan Ben-Avraham, dando classes e visitando as comunidades da nação vizinha. Ele visitou recentemente a comunidade Bnei Anussim em Alicante, encontrando-se com o presidente, ensinando para dez pessoas e dando boas-vindas ao Shabat.

“Não há nenhum minian regular (quórum de dez homens) em Alicante”, relata o Rabi Salas, “e esta foi a primeira vez na história da comunidade que um shacharit [serviço da manhã] foi realizado”.

A comunidade já lhe pediupara aumentar os dias de estudo.

“Eles não querem me deixar descansar!”, Ele brinca.

Aqui estão mais algumas fotos.

Rabino de Belmonte – 500 anos de tradição judaica

Representante de todos os judeus de Belmonte, o Rabino Elisha Salas concede uma entrevista ao País Positivo desmitificando o facto de a comunidade judaica ser considerada fechada e pouco receptiva a visitas de pessoas exteriores à comunidade.

Rabino de Belmonte, Elisha Salas
Rabino de Belmonte, Elisha Salas

Com um poder de oratória notável recebe os convidados dentro da Sinagoga. Começa por explicar a disposição das pessoas: “homens em baixo com kipá sobre a cabeça e as mulheres no piso superior de cabelos cobertos”

É um membro ativo em Belmonte que prima por promover e divulgar a cultura judaica. As ações pela Rede de Judiarias de Portugal ajudam o seu trabalho?

A comunidade judaica de Belmonte é um pequeno organismo que sozinho não consegue disseminar 500 anos de história da presença judaica em Portugal, precisamos de um organismo mais amplo e forte para o fazer e a Rede de Judiarias de Portugal vem desempenhar, na perfeição esse papal. É necessário desenterrar a história judaica, leva-las às pessoas e expor a riqueza que se encontra escondida no território português.

Há na sua opinião, muito trabalho por efetuar?

Acredito que sim. Todos os organismos trabalharam para melhorar, preservar e conservar o patrimônio local, agora devem-se unir e criar uma rota única de forma a eu o turista não perca tempo com as viagens e fique perdido quando necessita de alguma informação adicional. O trabalho em rede, em comunidade é fundamental e a Rede de Judiarias de Portugal está a trabalhar nesse sentido.

Recebe a visitas de muitos turistas judeus?

Todos os turistas que visitam Belmonte ficam encantados com a região e querem conhecer mais do país, a sua curiosidade fica aguçada e a Rede de Judiarias desempenha um papel fundamental ao criar rotas devidamente assinaladas e estruturadas para que estas pessoas satisfaçam a sua curiosidade e regressem.

Criadas as Rotas é necessário criar condições para receber os turistas que têm regras diferentes da cultura portuguesa. Nota que já existe essa sensibilidade?

Já existem alguns restaurantes que servem comida kosher. Desloquei-me ao local para ensinar e me certificar de que a comida é confeccionada mediante as nossas regras e certifiquei esses restaurantes. Atualmente já existem queijos, compotas, carnes e bebidas que podem ser adquiridas e que têm a certificação kosher.

 

Artigo publicado no jornal País Positivo

Belmonte se prepara para Shabat!

A comunidade judaica de Belmonte, Portugal, sabe como comemorar Shabat com gosto.

Seguem abaixo algumas fotos da preparação que aconteceu na última sexta-feira, antes do pôr do sol, com o emissário da Shavei Israel para a comunidade, o Rabino Elisha Salas.

1 2 3 4

O Rabino Salas pode ser visto nas fotos ensinando alguns dos homens a amarrar da maneira correta os nós de seus tzitziot – os pequenos xales de oração.

5 6 7

E o que preparam na cozinha? Provavelmente algumas chalot e uma sopa de frango caseira!

9 10