Acharei mot – Kedoshim

Para falar com as crianças

A parasha Kedoshim começa com um mandamento divino: «Sereis santos». O que significa ser santo? Como alguém se torna santo? As respostas aparecem em detalhe mais tarde, com uma longa lista de leis e decretos que De’s entrega ao povo de Israel. Ao cumprir as mitsvot, o homem aproxima-se das qualidades de De’s e torna-se santo como Ele. Desse modo, somos proibidos de roubar, enganar, oprimir, amaldiçoar um surdo e colocar um obstáculo diante de um cego. Devemos ajudar os pobres, guardar o Shabat, amar o estrangeiro, fazer um julgamento justo, respeitar os idosos e, acima de tudo, cumprir a mitzvá de «Amar o próximo como a nós mesmos.

Esta parasha é transmitida ao povo de maneira diferente do resto da Torá. Normalmente, Moisés transmite as palavras divinas primeiro a Aarão, a seus filhos e aos anciãos do povo, e somente depois são transmitidas ao resto do povo de Israel. Mas, nesta ocasião, Moisés reúne o povo inteiro, tanto o Cohen Gadol (sumo sacerdote) quanto o homem simples, e diz-lhes: Sereis santos. A todos juntos, de maneira igualitária, para mostrar que, sem o elemento mais pequeno do povo de Israel, os maiores não conseguirão alcançar a santidade.

Diante do cego não colocarás obstáculo

Há coisas que aparentemente nenhum de nós fará. Por exemplo, nenhum de nós colocaria um obstáculo diante de um cego no meio do caminho, nem mesmo de brincadeira.

Na Torá está escrito: diante do cego não colocarás obstáculo.

Será que se trata apenas de um cego que não vê?

Há situações em que cada um de nós é «cego». Por exemplo, eu, pessoalmente, sou «cega» em tudo o que esteja relacionado com automóveis. Não entendo nada sobre o assunto. Por outro lado, o meu amigo é «cego» em tudo o que está relacionado à bolsa de valores, títulos do tesouro e ações.

Assim como é proibido colocar um obstáculo diante de um cego que não vê, é proibido dar um conselho incorreto a um «cego» em certo assunto, que não entende o que é bom ou mau nesse tema.

Parasha Acharei mot

Retirado do livro Ideas de Vaikra, dos rabinos Isaac Sakkal e Natan Menashe

VeChai baEm– E viverão com elas

Há uma frase na Parashá que passa despercebida, mas que é a base de tudo o que foi escrito até aqui: “E cuidareis as Minhas leis (mishpatim) e os meus caminhos (chucot), que o homem fará para viver com elas, Eu sou o Senhor

Perguntas:

  • A que leis e a que caminhos se refere?
  • A que se refere quando diz que vai viver com elas?
  • O que quer dizer “cuidareis“?

Respostas:

Mishpatim são as leis, são ordens que me indicam o que fazer e o que não fazer. Chucot são os caminhos ou princípios por onde nos devemos encaminhar, tal como diz o versículo: bechucotai telechu – nas Minhas chucot andarão.

Cuidareis refere-se a prestar atenção e cuidar para fazê-lo bem e não de forma automática.

A Torá não é um livro de leis sem sentido. Existe um princípio, uma ideia que é o fio condutor de todos os preceitos. O princípio ao qual nos referimos neste caso é viver com elas.

Podemos analisar isto em três categorias diferentes:

  1. Como um princípio básico da Torá,
  2. Como um detalhe de uma lei, ou
  3. Como um ensinamento: A preservação da vida antecede o cumprimento dos preceitos.

Se alguém corre risco de morte, deve transgredir imediatamente os preceitos que forem necessários e salvar-se. Ou se um não judeu obrigar um judeu a transgredir um preceito sob ameaça de morte, o judeu (salvo muito raras exceções) deve transgredir e salvar-se, pois está escrito e viverás com elas, não está escrito morrerás com elas.

O sentido profundo de tudo isto é que as leis da Torá não são violentas mas sim fruto da misericórdia, da bondade e da harmonia.

Como vemos, a Torá não exige demasiado do homem, nem espera que ele entregue a sua vida por qualquer preceito ou ordem; ao contrário, o objetivo é dirigi-lo pelo caminho que lhe assegure a manutenção da vida, tanto física como espiritual, da melhor maneira possível.

Parashat Acharei mot – Kedoshim

Santificação e Moralidade

E disse o Eterno a Moisés: “Diz aos filhos de Israel: Sereis santos, porque Eu, o Eterno, vosso De’s, sou santo… Cada um de vós temerá a sua mãe e o seu pai, e guardará os Meus Sábados… Não roubarás, não agirás com duplicidade, nem mentirás ao teu próximo… não oprimirás o teu próximo nem o roubarás. Não demorarás o pagamento do assalariado durante a noite até à manhã seguinte… Não escarnecerás do surdo nem porás obstáculo no caminho do cego… Não serás tendencioso no julgamento, nem favorecendo o pobre nem agradando ao poderoso… Não albergarás ódio contra teu irmão no teu coração… não tomarás vingança nem guardarás rancor contra os filhos do teu povo, mas sim amarás o teu próximo como a ti mesmo… (Levítico 19- 1-18)

Continue reading “Parashat Acharei mot – Kedoshim”