Comia Seu Pão!

Comentário sobre a porção semanal da Torá – Vaicrá

 

Tópicos desatualizados?

A maior parte do Livro de Vaicrá (Levítico) é dedicado aos sacrifícios oferecidos no Tabernáculo. O livro aparece logo após a longa descrição da construção do Tabernáculo, como consta na segunda parte do livro de Shemot (Êxodo). A pergunta que muitas pessoas fazem ao ler estes capítulos é a seguinte: “Qual a necessidade de estudar todas estas questões hoje, quando já estamos cerca de dois mil anos sem um templo ou mesmo, sem realizar sacrifícios?” “Não seria melhor deixá-los de lado e nos dedicarmos a estudar questões mais atuais?”

Outros questionam de maneira mais ‘picante’: “Necessitaremos novamente de todo este conhecimento para a construção do Terceiro Templo, ou será um Templo sem sacrifícios de animais?” “As associações de defesa aos animais nos permitirão restabelecer um serviço no Templo, do qual vários touros têm suas gargantas cortadas, diariamente?” “E os vegetarianos – são obrigados a comer o sacrifício de Pessach, uma vez ao ano?”
Continue reading “Comia Seu Pão!”

A Personalidade do Povo

Comentário sobre a Porção Semanal da Torá – Bechukotai

 

A Tribo de Educadores122420136318 (1)

O Livro de Vayicrá vem a ser a essência do povo de Israel, sua personalidade mais íntima. Neste vimos os mandamentos relacionados com o Tabernáculo, que é o centro de nossa existência, os sacerdotes e os levitas, que são os responsáveis pela execução das funções mais importantes e mais delicadas: a educação, a justiça e a reabilitação do Povo.

Muitos acreditam que os sacrifícios eram apenas cumprir com os rituais, ofertas trazidas por aqueles que tinham algum pedido ou qualquer expiação, e isso era suficiente para receberem o favor do Criador. O Profeta Shmuel (Samuel) teve o cuidado de explicar ao Rei Shaul (Saul), que todo aquele que utiliza os sacrifícios como “mágica” para apagar os pecados, não é mais do que um rebelde, pois significa que continuará como antes, com os mesmos defeitos não corrigidos e sem esperança. Continue reading “A Personalidade do Povo”

A Nudez da Terra

Comentários sobre a porção semanal da Torá de Metsorá

 

Identidade Nacionalshutterstock_israel-ref-g

Estamos nos preparando para Pessach, na qual lembramos a nossa libertação da escravidão no Egito e nossa independência nacional. Na verdade, é o momento em que surgimos no mapa das nações.

Até este momento, não éramos mais do que um conglomerado de tribos, escravizados pela superpotência egípcia. Não tinhamos nenhuma identidade nacional.

O que aconteceu no Egito? Como isso influencia a formação de nossa identidade nacional? Estas são questões muito importantes que, encontramos algumas respostas nos livros do Maharal de Praga, escritos há quase quinhentos anos atrás. Estão, especialmente, no livro ‘Gvurot Hashem’ (Os Poderes do Criador). Continue reading “A Nudez da Terra”

A Cura das Almas

Comentário sobre a porção semanal da Torá de Vayicrá

 

A razão para os sacrifícios no Templo14959M

Nossos Sábios indicam que, desde o primeiro homem, Adão, protótipo do gênero humano, se ofereciam sacrifícios ao Criador. No casa de Adão, quando ele se conscientizou de sua criação, como aprendemos no tratado de Chulin (60a) e no Yalcut Shim’oni, a partir de um versículo do Salmos (69:32). Assim como seus dois filhos, sendo que, um foi aceito, enquanto que o outro foi rejeitado, provocando uma inveja mortal. Depois deles, Noach (Noé) também faz um sacrifício ao Criador ao deixar a Arca, onde permaneceu preso durante o Dilúvio (8:20).

Encontramos outros sacrifícios na Torá até chegarmos aos Patriarcas, que construíram, no total, sete altares, indicando em alguns deles que serviam para “invocar o Seu nome”(cf.12:8). Esta expressão nos mostra que Avraham envolvia as pessoas a sua volta e não se contentava com uma ação particular. Continue reading “A Cura das Almas”

O que dizemos, expressa o que somos

Comentário sobre a Porção Semanal de Metzorá

Em poucas ocasiões a Torá estabelece uma relação linear de casualidade entre ação cometida e castigo recebido. Esta parashá nos relata sobre uma epidemia de certa variedade não muito clássica da lepra, conhecida em hebraico como “tsara’at”, que ataca quem incorre na calúnia ou injúria (Lashon Hará).

“Tsara’at”, não é uma patologia física e sim espiritual; é a manifestação exterior de desvios íntimos do indivíduo, de índole moral e espiritual. O indivíduo que faz calunia ou injuria está afetando e debilitando o conjunto da sociedade, a espalhar o gérmen de um mal que leva em seu próprio interior. Continue reading “O que dizemos, expressa o que somos”

Santificação e Moralidade

Parashiot: Acharei Mot – Kedoshim

As vezes nos perguntamos de que forma as mitzvot santificam as atividades humanas. Esta parashá nos ensina que se o homem de Israel deseja ser santo, deve imitar a Deus, e podmeos encontrá-Lo em nosso interior ou exterior, a nível transcendental. Acreditar em Deus exige que o homem aspire desenvolver valores elevados e absolutos representados por Deus, que é o fator metafísico superior ao homem.

 

Continue reading “Santificação e Moralidade”