A saída de Ur Kasdim-Lech Lechá

Resumo retirado do livro Ideas de Bereshit, da autoria dos rabinos Isaac Sakkal e Natan Menashe

Quem é Abraão?

Porque deve ele ir-se embora da sua terra? Qual é o objetivo?

Qual é a diferença entre a viagem de Terach e a de Abraão?

Ao contrário de Terach, quando Abraão sai para ir para Canaã, fá-lo com toda a sua riqueza. Isto demonstra-nos que o motivo pelo qual Abraão vai para Canaã não é para procurar riquezas, porque Abraão já tinha tudo. (Apesar disso, De’s vai conduzi-lo a um bom lugar e esse é o motivo pelo qual De’s quer dar-lhe esta boa terra que emana leite e mel).

Porque ficam em Charán? Possivelmente Terach considerou que era um bom lugar, enquanto que Abraão não se sentia à vontade ali, e é então que De’s lhe diz que se vá embora, e desta vez ele não se deterá.

Por outro lado, devemos analisar o motivo. Não todos fazem o que De’s ordena porque De’s assim o decretou; fazem-no sim porque lhes parece bem e também porque De’s o ordenou. Pode acontecer, por exemplo, que haja pessoas que, apesar de respeitarem o Shabat, na realidade respeitam-no porque lhes convém ou porque querem descansar. Mas Abraão não o faz pelo dinheiro ou pelo materialismo. Prova disso é que, ao chegar a terra de Canaã, há fome. Abraão não se vai embora dali a não ser quando já não tem mais nada. (É por isso que quando Abraão vem para Canaã diz-se que veio com toda a sua riqueza, mas quando desce ao Egito não se diz que desceu com a sua riqueza, pois já não a tinha; tinha-a consumido durante a época de fome, e quando já não tem mesmo mais nada, é quando decide ir-se embora)

Mesmo assim, quando sai, logo regressará. (Se fosse como Terach, que foi pelo dinheiro, provavelmente não teria voltado.)

Lot herda a mentalidade de Terach: procura o bem-estar material, e é precisamente isso o que o leva à perdição. Decide deixar Abraão para ir para Sodoma e Gomorra.

Para Lot, o Gan Éden era como o que os árabes imaginam, algo material, mas De’s transforma-lho em Gueinom, um inferno.

Como se relaciona Abraão com a Terra? (Ele vê-se como Guer veToshav – forasteiro e estrangeiro). Ele vê a terra como um meio para servir a De’s, uma boa terra para servir a De’s (tal como nos é assegurado na segunda parte do Shma Israel, onde se fala da abundância material como meio para poder continuar nos caminhos de De’s.) Essa deve ser a verdadeira relação com esta terra; não é para enriquecer. Quando se diz que a Terra é “boa”, não se refere a ser boa para fazer dinheiro; refere-se a poder viver bem e servir a De’s. (Esse foi o objetivo do Gan Éden)

Na haftará, Isaías 51 fala-nos de que a terra de Israel, apesar de estar devastada e arruinada, é potencialmente um Gan Éden.

Portanto, a verdadeira motivação da aliá laHaretz – migração para Israel, não deve ser a de Terach, mas sim a de Abraão: para nos podermos aproximar mais de De’s.

Na primeira parte de Bereshit, até Lech Lechá, De’s fala com o nome Elokim, e com Abraão fala com o Shem HaShem, quer dizer que é um nível mais elevado.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *