A primeira Sinagoga de Palermo em 500 Anos a ser inaugurada em Sicilia

Mais de 500 anos após a expulsão dos judeus da Sicília, a pequena comunidade judaica de Palermo deve comemorar a abertura da sua primeira sinagoga desde a Inquisição espanhola.

Em uma cerimônia que acontecerá na quinta-feira, 12 de janeiro de 2017, o Arcebispo de Palermo, Corrado Lorefice, transferirá oficialmente para a comunidade judaica uma instalação de propriedade da igreja e o mosteiro de São Nicolau Tolentino, que foi construída sobre as ruínas do Grande sinagoga de Palermo.

A data para a entrega também é significativa: o prazo para a expulsão de todos judeus da Itália (por ordem da Rainha Isabel I de Castela e do Rei Fernando de Aragão), 12 de janeiro de 1493.

“Desde que aprendi sobre a história da Sicília, meu objetivo foi estabelecer as bases para o estabelecimento da primeira comunidade judaica em Palermo em mais de cinco séculos”, disse o presidente da Shavei Israel, Michael Freund. “Isso é o que torna tão importante a cerimônia desta semana: vamos estabelecer, juntamente com o ISSE [Instituto Siciliano de Estudos Judaicos], a primeira sinagoga de Palermo e casa de estudo judaica, desde a expulsão. Estou muito comovido que esta, estará localizada ao lado de onde a Grande Sinagoga de Palermo uma vez esteve e eu sou grato ao arcebispo de Palermo por ter a visão e a coragem de fazer um grande gesto de reconciliação para com o povo judeu”.

A comunidade judaica local em Palermo é pequena, contando apenas com 60-7o pessoas, mas tem um líder dinâmico, o emissário da Shavei Israel, Rabino Pinhas Punturello, que será, agora, também, o rabino da nova sinagoga.

“É um milagre que depois de mais de 500 anos ainda haja pessoas em Sicília que orgulhosamente se agarram às suas raízes judaicas, testemunhando o fato de que nem a expulsão e nem a Inquisição foram capazes de extinguir a eterna centelha judaica de seus corações”, Freund disse. “Com a ajuda de D’us, os sons das rezas do Shabat e as orações judaicas voltarão a ser ouvidas nas ruas de Palermo”.

A abertura da nova sinagoga na Sicília tem recebido ampla cobertura da mídia. Aqui estão alguns dos artigos:

Jerusalem Post

Time of Israel

Israel National News

The Yeshiva World

Na foto acima: o Arcebispo de Palermo Corrado Lorefice (à esquerda) com o emissário da Shavei Israel para a Sicília, o Rabino Pinhas Punturello (à direita).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *